terça-feira, Abril 27, 2010

Quatro barcos ancorados



Se há bons pretextos, além da vontade própria, para recomeçar o que quer que seja, o reencontro de quatro velhos amigos e companheiros de muitas jornadas, foi o maior de todos para voltar à blogosfera. Se dois deles [um
blogueiro militante, o outro apenas(?) leitor] tinham sido reencontrados há poucos anos, ao terceiro já tinha perdido o rasto há que tempos.
À volta da melhor caldeirada da minha vida, foi uma festa em conversas nada saudosistas, animada pela alegria de nos revermos sem contabilizar rugas ou cabelos brancos ou quilos a mais. Como barcos ancorados em amena enseada, retemperámos forças, fizemos o inevitável “ponto da situação” à nossa vida colectiva, esboçámos o continuar da viagem.
Ao cair da tarde, tonificados em estômagos e mentes, cada um à sua faina, que ainda vai haver muito mais que contar!

domingo, Maio 03, 2009

Resistir é preciso

sexta-feira, Maio 01, 2009

1º. de Maio

segunda-feira, Março 09, 2009

Dia 8 de Março

Pois, já passou. E por isso mesmo - não me dou bem com datas estipuladas para isto e para aquilo - só agora, já dia 9, relembro uma data que todos e todas deveriam saber antes de falar de flores. Porque o chamado "Dia da Mulher" não se limita a mais um "dia de", é acima de tudo a memória de um dia de luta e de luto. Um marco importante na história da emancipação da mulher, mas principalmente na história das lutas da classe operária.

quarta-feira, Janeiro 21, 2009