terça-feira, novembro 22, 2005

Miguel Torga


Rasto


Semeador de versos? Quem me dera!

Não haveria homem mais feliz.

Ter o espírito em flor na primavera,

E o corpo, no inverno, com raiz.

Não.

Retalho apenas a desilusão...

À teimosa procura

Dum singular e único sinal

Que todo me defina e me resuma,

Vou desfolhando a rosa da expressão

E deixando no chão

Caídas as palavras, uma a uma.

1 Opiniões:

Blogger Fora Das Mãos opinou...

As palavras sustentam-nos muitas vezes. Bonito poema.

quarta nov 23, 06:14:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Caminho de volta