quarta-feira, agosto 31, 2005

Missiva

"Senhor Mário:
Peço-lhe desculpa pela maneira informal como lhe dirijo a palavra, para mais num espaço que certamente o senhor não vai ler, mas ficaria mal comigo própria se nesta altura solene me calasse. É que esta sua candidatura ao mais alto cargo da nação, finalmente tirada da gaveta onde se conservou durante dez anos, por força das legais circunstâncias, bem embrulhada em papel de seda e com bolinhas de naftalina, me parece fruto de decisão pouco assisada.
Porque, senhor Alberto, depois de tanto afirmar que “BASTA” de política na sua vida de homem público, dá o dito por não dito, e me vem colocar na embaraçosa situação de me recusar a votar em si pela terceira vez? É que, se por duas vezes o fiz, o senhor era uma alternativa credível. Mas desta vez não me levará consigo!
E, senhor Nobre, as referências pessoais feitas no seu discurso – que a dada altura o senhor mesmo considerou “fastidiosas” – são do conhecimento geral. Faltaram-lhe argumentos para começar a sua pré-campanha? Afirma ainda que “não é a ambição que o move” neste tortuoso caminho de regresso a Belém mas que só o faz como uma espécie de salvador da pátria (palavras minhas). Na sua provecta idade há que medir as palavras e as intenções, que cinco anos é pouco tempo para resolver tantos problemas acumulados ao longo de décadas…
Para terminar, senhor Soares, permita-me um conselho: vá ficando por casa, descanse bastante e ao serão aproveite para contar aos netos a história da sua vida. Sem batota, sem omitir os detalhes de que não gosta de se lembrar.
Seja feliz."

8 Opiniões:

Blogger mariama opinou...

Subscrevo totalmente a sua carta.
E sei que não estou só. basta estar atenta á vida real..nas ruas deste país...

quarta ago 31, 09:32:00 da tarde  
Blogger CP opinou...

Os políticos estão sempre a falar de renovação, renovação, renovação...
Quando lhes convém, não é?

quarta ago 31, 10:34:00 da tarde  
Anonymous Anónimo opinou...

Aos netos, não! Aos bisnetos...
Safa! - como dirá o outro (em quem, de resto, votarei).

quarta ago 31, 11:12:00 da tarde  
Blogger Pedro F. Ferreira opinou...

é bom regressar e ler um post assim. :)

quinta set 01, 01:18:00 da manhã  
Blogger rajodoas opinou...

Com a sua licença, assino por baixo, esta missiva.

quinta set 01, 07:20:00 da tarde  
Blogger AnaCristina opinou...

E segue a minha assinatura também...
As pessoas não têm noção que o seu timing já passou...
Mas se é apoiado assim tanto, é porque outros interesses existem...

sexta set 02, 10:50:00 da manhã  
Blogger Carlos Gil opinou...

"Soares era fixe! Soares era fixe! Soares era fixe!"
:-( :-( :-(
hoje... "já era"... infelizmente, acrescento.

sexta set 02, 12:55:00 da tarde  
Blogger Al opinou...

Em tempos já (infelizmente) idos (e como? - antes ainda do meu tempo), os mais idosos (não gosto da palavra velho quando se trata de gente) formavam o grupo de anciões que decidiam e resolviam o rumo a dar às comunidades. Eram os mais sábios. Eram e ainda são. A idade produz experiência, paciência e sabedoria. Não é por aí que deixaria de votar numa pessoa. Fosse quem fosse. Como exemplo posso dizer que actualmente o meu pai com a mesma idade de Mário Soares tem sido o meu braço direito (no trabalho) e grande companhia de todas as horas. Isso é real, apesar das naturais limitações físicas inerentes da idade avançada, (não dá para lhes pedir que vão ali ou acolá a correr, etc) mas a mentalidade e a determinação nada perdem, pelo contrário.
Para o cargo de chefe de estado, não vejo, sinceramente grandes impedimentos por esse motivo. Já quanto à escolha política, escusando-me de qualquer opinião, por enquanto, acho que cada um deve exercer o seu direito de escolha em liberdade. O facto de há 10 anos se ter uma opinião, também não é razão para que não se permita que se mude, desde que não seja nada particularmente grave. Já dizia o Raul Seixas, eu prefiro ser uma metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo...
Mas como diria um amigo meu, o buraco é mais em baixo. E é aqui que está a questão!
Bjs.
PS:- Lindo blog. Obrigado pela ida até ao divina e até breve... eu volto ( e só vou aonde quero!) ;-)

sexta set 02, 05:49:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Caminho de volta