segunda-feira, maio 02, 2005

Os dois manos


Em Abril de '74, a Bá e o Manel tinham respectivamente 2 anos e meio e 1 ano, mais dia, menos dia. Ela, sempre muito atenta a tudo o que se passava à sua volta, durante as brincadeiras ia transmitindo ao irmão tudo o que ouvia. Lá em casa era frequente o pai e a mãe falarem de "partido" e de "sindicato". Numa manhã de sábado, algures já por '75, entre tarefas domésticas e o indíspensável olho atento na pequenada, ouço este diálogo:
Bá: - Manel, de que partido és tu?
Manel: - Eu não xou de patido nenhum, xou xó do xinicato!...
(Mãe: - hmmfff.... hummffff.... hummmfffffffffff.... ih...ih...ih...ah..ah..ah..ah..ah..ah..ah..ah..ah..)

3 Opiniões:

Blogger zedtee opinou...

Ora ali estava uma criança claramente de tendência anarco-sindicalista. ;)
Um abraço.

terça mai. 03, 10:10:00 da manhã  
Blogger Guida Alves opinou...

Ora viva, Zedtee! Há quanto tempo não tinha ecos dessas bandas... Fico feliz por tervisitado esta modesta casinha e deixado um rasto de perfume a estevas.
Abraço.

quarta mai. 04, 02:40:00 da manhã  
Blogger zedtee opinou...

Ah, mas eu sou um visitante portador de uma assiduidade exemplar...! (será assim que se diz viciado em português politicamente correcto?)

quarta mai. 04, 11:40:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Caminho de volta