sábado, abril 30, 2005

O valor da amizade

Pode soar a lamechice, pode parecer fatela. Pouco me importa se a emoção me faz brilhar os olhos. A verdade é que as amizades que ficaram conservadas, sabe-se lá em que tipo de poção mágica, não se desvanecem nem com o tempo nem com a distância. Por isso mesmo são de acarinhar e resguardar como o mais precioso tesouro.
Por esta altura, alguém se interrogará: vem isto à pala de quê? Pois eu explico, se é que estas coisas são explicáveis: O meu querido amigo João, intrigado com a minha ausência do ciberespaço, telefona para saber notícias! Ora isto deixa-me completamente enternecida, quase a ceder à pieguice, com o ego afogado em tanto carinho.
Caso para dizer: os amigos são para todas as ocasiões!

1 Opiniões:

Anonymous Anónimo opinou...

Um beijo com tamanho fora de medida. Irmã é irmã. João Tunes

terça mai 03, 03:48:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Caminho de volta