sexta-feira, agosto 05, 2005

Incêndios


Eles têm as chamas mesmo atrás de si. Gritam em desespero por verem todos os seus bens devorados por uma força que não podem controlar. É com a mangueira das regas ou balde doméstico que tentam fazer frente à besta insaciável. Vidas de trabalho e amarguras que se desvendam ali, de repente vazias. Quando já nada lhes resta, choram em angústia e impotência. Nunca em revolta. E no entanto…
Eles não têm culpa da incúria, do desmazelo, do deixa-andar do quem governa. E no entanto são dos primeiros a pagar a pesada factura. Para o ano, as teorias continuam as mesmas e a inacção talvez pior. A eles não fará diferença, já perderam tudo. Até o gosto pela vida.

2 Opiniões:

Blogger oasis dossonhos opinou...

Esta noite, o ministro AC tentou subrepticiamente descartar a responsabilidade governamental, deixando nas entrelinhas a mensagem que a culpa seria de quem não limpa o território à volta das casas próximas de matas...
Os incêndios,não obstante as insultuosas estatísticas divulgadas na imprensa ("este ano arderam menos x%"...)são a metáfora deste país: impedem-me de respirar mas "eles" é que atearam o fogo e nunca ninguém tem culpa...é do calor, é da incúria, são uns malucos...
Não voto neles e tenho de os gramar...
Não tenho dívidas, mas os impostos que pago servem para pagar a conta de uns quantos que abusam...
Este país é uma fornalha de estupidez.

sexta ago 05, 03:45:00 da tarde  
Anonymous Anónimo opinou...

A minha cidade está submersa num manto espesso de fumo. O calor é abrasador.
Portugal está a adentrar num inferno que, cada vez mais, assume proporções que nem Dante, com a sua prodigiosa imaginação, soube descrever!
Queimar o país e os portugueses é uma das estratégias de quem detém o poder e de seus lacaios que até se dão ao luxo de passar férias fora do país e, deste modo, dão mais uma pequena contribuição para que Portugal arda mais depressa.
Lembremo-nos da fibra de que somos feitos!
É hora!

sexta ago 05, 08:12:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Caminho de volta